Você quer saber por que estamos indo para baixo O Gurgler

5 (100%) 1 voto

O Chefe de Justiça do Tribunal de Família, Diana Bryant, o guardião moral dos nossos filhos foi forçado a pedir desculpas para alguns dos juízes mais antigos da Austrália depois que saiu de um jantar oferecido por ela que contou com um ato de comédia sexualmente explícito.

Chefe de Justiça diana bryant
Chefe de Justiça diana bryant

Chefe de Justiça do Tribunal Superior da Austrália, Robert French, e sua esposa saiu da sala de desgosto após tornar-se ofendido por uma rotina de comédia realizada em um banquete Conferência Nacional de Direito de Família em Hobart no último domingo.

O Sun-Herald compreende os quadrinhos do sexo feminino agiu fora um esboço sexualmente explícito, enquanto vestindo túnicas judiciais e que, quando Justiça francês se levantou para sair, ele foi acompanhado por muitos outros por toda a sala, incluindo o Chefe de Justiça NSW Supremo Tribunal, Tom Bathurst, e a esposa dele, bem como os juízes do Tribunal Família Mark Le Poer Trench e Margaret Cleary.

Offended ... Justice Robert French.

ofendido … Justiça Robert French. foto: Erin Jonasson

A reserva para o entretenimento da noite foi supervisionada pelo Chief Justice Bryant, que na semana passada escreveu um e-mail a todos aqueles que participaram, pedindo desculpas pelo incidente e aceitar ”total responsabilidade” por qualquer constrangimento causado.

Ontem, um porta-voz da corte de família disse: ”Chief Justice Bryant era muito honesto e aberto. Houve um erro de julgamento. Certamente não foi para todos os gostos e, como resultado, algumas pessoas se sair. Posso confirmar que ela pediu desculpas pessoalmente a todos aqueles que estavam lá. Ela não deseja acrescentar mais nada publicamente.”

É a terceira vez nas últimas semanas que ofensa generalizada foi causada por piadas inadequadas ou comentários em funções jantar de alto perfil. No início deste mês, Trabalho foi forçado a ir para o controle de danos após um comediante no jantar do sindicato contou uma piada sórdida sobre Tony Abbott e seu chefe de gabinete, mapa Credlin. Antes disso, hospedeiro talkback Alan Jones foi inundado com milhares de reclamações depois que ele fez comentários inapropriados sobre a morte do primeiro-ministro, Julia Gillard de, pai, em um jantar Universidade de Sydney Partido Liberal.

O mais recente escândalo eclodiu no último domingo durante um banquete jantar estilo formal de juízes realizada no Museu de Arte Antiga e Nova (MONA) em Hobart.

Mais que 100 convidados estavam presentes e anfitrião, Justiça Bryant, estava esperando para uma noite cheia de diversão para inaugurar a Conferência Nacional Direito de Família, previsto para começar na manhã seguinte.

Ela pessoalmente organizado por dois artistas de comédia do sexo feminino a ser voado dentro de Melbourne para executar na noite. Ela também acordado para os comediantes para ”modificar” um de seus esboços regulares para os juízes.

O Sun-Herald entende que cerca de 20 minutos a função, o ato dupla fez sua entrada e começou uma performance com música e uma ”paródia direito da família”. Eles também são compreendidos ter empurrado as fronteiras pela prática de sexo simulado, enquanto vestindo vestes judicial.

Uma fonte próxima à Justiça Bryant disse ontem à noite: ”Ela estava ciente do tipo de rotina dessas pessoas executadas e sabia que eles estavam indo para adicionar um pouco de sabor para os juízes presentes. Mas ela não tinha testemunhado a rotina até a noite e percebeu que estava sendo jogado para fora que não era xícara de chá de todos.”

Deixe um comentário

Você pode também como estes artigos

Comentar usando sua conta Facebook